Automação

 

Balanças eletrônicas para a pesagem de macro-microingredientes com receituário

 

A Agriflex criou algumas balanças de pesagem eletrônicas próprias para suas instalações para atender as necessidades de seus clientes. Tal equipamento consiste, essencialmente, de uma unidade de controle por microprocessador com teclado personalizado Agriflex e acoplado a uma ou mais células de carga.

As principais funções, entre muitas outras aplicações, são: controlar os estoques de matérias-primas, dosar cada ingrediente, definir e memorizar um grande número de receitas e iniciar, manualmente ou automaticamente, a execução dessas receitas. Com estas unidades de controle é possível gerenciar qualquer tipo de ingrediente, sejam líquidos ou sólidos. Entende-se como ingredientes sólidos os macroingredientes tais como farinhas, açúcar, etc., e os micronutrientes, que são todos os produtos em quantidades menores compõem as receitas.

É possível ligar estas unidades a um PC remoto, mediante interface de software.

 

 

Medidores de vazão para monitoramento e gerenciamento de fluído

 

A Agriflex dispõe de uma série de medidores que podem ser adaptados a vários produtos, medindo com precisão a vazão efetiva, permitindo, assim doses únicas. A gama inclui:

  • Medidores volumétricos
  • Medidores por pulso
  • Medidores eletromagnéticos
  • Medidor de massa

 

 

A gestão dos medidores pode ser feita através de balanças eletrônicas ou através de programa de controle PLC.

 

Programas de software com interface LG-PC e PC-PLC para gestão e controle de matérias-primas micro e macro

A Agriflex projeta, fabrica e opera equipamentos para a gestão automatizada de sistemas complexos. Estes sistemas são fornecidos com "chave a mão", ou seja, completo com hardware e software (sistema elétrico convencional). Esses utilizam as melhores marcas internacionais de componentes de hardware (ou qualquer outra marca solicitada pelo cliente) e as configurações são feitas de acordo com cada projeto. A peculiaridade destes sistemas é a capacidade de poder gerenciar qualquer processo de produção e de se adaptar a qualquer necessidade do cliente.

O operador poderá facilmente seguir o funcionamento do sistema através do monitor de um PC, enquanto o “diálogo” entre a máquina e o operador é feito através do painel videográfico do tipo "touch screen".

Através dos menus apropriados, de fácil utilização, o operador pode dar comandos manuais para os vários dispositivos, selecionar ciclos automáticos de operação, introduzir dados no sistema e compor fórmulas de trabalho. Os estados de alarme será sinalizado acusticamente e interrompido por uma tecla apropriada, enquanto no PC aparecerá o tipo de alarme específico, dando ao operador a possibilidade de identificá-lo.